Skip to main content
A Nova Unidade de Infeções Osteoarticulares do Trofa Saúde Hospital em Alfena
publicado em 17 Out. 2017

As infeções osteoarticulares constituem, desde sempre, uma fonte de preocupação para a comunidade médica e representam um dos maiores problemas no pós-operatório de ortopedia. A colocação de implantes ortopédicos (ex. próteses articulares) tem vindo a aumentar a nível mundial e as infeções podem ocorrer em qualquer altura desde a sua implantação, tornando-se uma situação cada vez mais frequente e que exige dos médicos e cirurgiões uma preparação redobrada.

 

As infeções osteoarticulares, e nomeadamente as infeções de prótese, têm um significativo impacto negativo em termos médicos, sociais e económicos: altas taxas de morbilidade e mesmo alguma mortalidade, necessidade de múltiplas cirurgias e tratamentos com enormes custos.
Para um tratamento eficaz, é indispensável reunir alguns fatores essenciais, como o são o correto diagnóstico, uma abordagem adequada e uma intervenção médica e cirúrgica competentes, a múltiplos níveis de ação. Neste tipo de infeções, o diagnóstico é frequentemente difícil, pois muitas vezes os sinais clínicos não são evidentes e o doente apresenta “apenas” dor persistente e falência inexplicada de sucessivas cirurgias de revisão.

 

Mas mesmo com um diagnóstico acertado, com a correta avaliação de todos os parâmetros, o tratamento pode revelar-se laborioso e muitas vezes frustrante para o doente e equipa médica com a diferença entre o sucesso e o insucesso frequentemente dependente de pequenos detalhes.

 

Compreende-se, então, que este é um problema que exige a interação de diferentes especialidades médicas, de modo a responder inequivocamente a cada etapa do processo de tratamento da infeção osteoarticular. Nesse sentido, surge a Unidade Especializada no Diagnóstico e Tratamento de Infeções Osteoarticulares do Trofa Saúde Alfena, um grupo pioneiro e altamente especializado no combate a esta dificuldade.

 

Esta equipa conta com a colaboração de diferentes especialistas que oferecem uma resposta multidisciplinar no tratamento do doente com infeção. Para tal, o grupo é constituído por profissionais clínicos e médicos nas mais diversas áreas: Ortopedia, Infeciologia, Medicina Interna, Anestesiologia, Radiologia de Intervenção e Patologia Laboratorial. Esta unidade pretende, assim, englobar não só as indispensáveis competências cirúrgicas especializadas, mas também o conhecimento profundo das opções terapêuticas antibióticas que naturalmente está na dependência direita do estudo pormenorizado do agente infecioso. É ainda essencial para o sucesso a avaliação e otimização das outras doenças associadas, o controlo eficaz da dor pós-operatória entre outros.

 

Esta Unidade oferecerá ao doente a melhor probabilidade de sucesso no tratamento de uma patologia difícil e com enorme impacto na sua qualidade de vida.