Narcisismo: Como identificar? - Trofa Saúde Skip to main content

Narcisismo: Como identificar?

publicado em 21 Jun. 2022

A Perturbação de Personalidade Narcísica é caraterizada essencialmente por um padrão de grandiosidade, necessidade de admiração e falta de empatia. Esta patologia apresenta-se, no entanto, de difícil diagnóstico uma vez que não traz ao doente qualquer sofrimento, o que leva a que este não sinta necessidade de procurar ajuda.

Como chegam estes indivíduos à consulta especializada?

Não são propriamente as caraterísticas de Narcisismo que levam estes doentes a procurarem ajuda, até porque se sentem tão bem em relação a eles próprios que recusam que algo esteja errado, mas sim alguns sintomas de depressão e/ou ansiedade ou até mesmo o consumo de drogas e álcool, que se associam à patologia e que motivam a procura de ajuda psiquiátrica e/ou psicológica.

É neste contexto que o profissional ao realizar o diagnóstico se apercebe da existência de uma Perturbação da Personalidade Narcísica. Atendendo, segundo o DSM-IV-TR há existência de pelo menos cinco dos nove critérios:
  • Sentimento grandioso de autoimportância (sensação exagerada e infundada da sua própria importância e talentos);
  • Preocupação com fantasias de êxito ilimitadas, poder, inteligência;
  • Crenças de que é especial e único e deve associar-se apenas com pessoas de elevado estatuto;
  • Necessidade admiração excessiva;
  • Sentimento de ser reverenciado;
  • Exploração dos outros para alcançar objetivos próprios;
  • Ausência de empatia;
  • Inveja dos outros e crença de que outros os invejam;
  • Demonstração de arrogância e atitudes altivas.
Estas características poderão, no entanto, levar-nos a questionar que, se o doente com Narcisismo acredita ser superior e especial, o que o leva apresentar estes sintomas?

Estes indivíduos, apesar de se sentirem superiores aos demais, sentem também uma necessidade exagerada de serem admirados e reconhecidos, sendo desde logo muito sensíveis a críticas. A esta associa-se, ainda, a falta de empatia em compreender os sentimentos dos outros, o que dificulta as suas relações interpessoais tendo naturalmente impacto em diversas áreas da sua vida.

 

Quando se tenta compreender o que poderá estar na base desta perturbação de personalidade, alguns especialistas apontam que esta poderá resultar de uma combinação de fatores hereditários e ambientais, e entre os quais se destacam as vivências da infância e adolescência e a sua autoestima vulnerável.

Existe tratamento para os doentes com Narcisismo?

Apesar de não existir um tratamento farmacológico para a patologia, é possível o tratamento com medicamentos para possíveis comorbilidades como depressão e ansiedade, entre outras… A psicoterapia tem sido considerada uma das respostas com maior eficácia para a promoção de mudança de padrões disfuncionais de pensamento e de comportamento destes doentes. Promovendo a aquisição de ferramentas para as interações com os outros e melhorando consequentemente a sua qualidade de vida.

Autores

Especialidades relacionadas