Parentalidade e os desafios na carreira - Trofa Saúde Skip to main content

Parentalidade e os desafios na carreira

publicado em 12 Jun. 2022

A parentalidade é um dos desafios mais importantes da vida adulta, influenciada por fatores como o stress, situações de desigualdade e vulnerabilidade, muitas vezes com um forte impacto na carreira profissional.

Com uma sociedade que valoriza a produtividade e a atividade, muitos pais queixam-se da falta de tempo e da dificuldade em abrandar o ritmo.

As rotinas extenuantes do dia-a-dia entre chegar do trabalho, brincar com os filhos, dar-lhes banho, ajudar nos trabalhos da escola e enquadrar com horários repletos de atividades deixa pouco tempo para estarem em família, sendo comum o sentimento de desequilíbrio entre a vida familiar e profissional, pois é difícil “abrandar” o ritmo destas duas dimensões, sendo frequente sentirem-se divididos entre as responsabilidades profissionais e parentais, sentindo que quando se focam numa estão a negligenciar a outra.

A cultura de trabalho permanente e em excesso, caraterizada com rotinas de trabalho muito exigentes, com muitas horas de trabalho e pouco descanso associada ao medo de perder o emprego ou de retrocesso na carreira gera stress e cansaço, ao mesmo tempo que elimina o tempo para a família, criando, muitas vezes, sentimentos de culpa por não conseguirem conciliar o emprego com a família, sentindo uma grande pressão sobre eles próprios.

É frequente os pais sentirem-se culpados por acharem que não estão a fazer o que deveriam ou porque não são “perfeitos”, quando na realidade não existe uma forma “perfeita” de parentalidade. Muitos pais receiam dizer não ou de frustrar os filhos, esquecendo que estes sentimentos são fundamentais para o desenvolvimento da criança. Os pais não são “os amigos” dos filhos, é preciso saber a hora de dizer não, impor limites, pois é fundamental não ceder ao sentimento de culpa por passarem pouco tempo com eles, não cedendo às chantagens emocionais que muitos filhos exercem com os pais comparando constantemente a sua situação familiar com a de outros, como fonte de alcançar o que desejam.

Esta problemática leva, muitas vezes, aos pais a sentirem um burnout parental, sentindo-se frequentemente numa exaustão intensa e emocionalmente esgotados, que atingiram o limite e que não vão conseguir cuidar dos filhos, sem conseguir retirar prazer desse momento de cuidar, sendo que estes desafios são intensificados quando acresce à responsabilidade no cuidado da criança o trabalho doméstico necessário.

Compreender estes desafios e dificuldades são de grande importância pois uma vez identificados e com ajuda de um psicólogo é possível aprender estratégias para ajudar a prevenir a exaustão parental, gerir o equilíbrio entre a vida familiar e profissional e lidar com o mito de mães e pais perfeitos uma vez que a parentalidade ideal não existe.

Autores

Especialidades relacionadas

Unidades