Psicologia de Reabilitação Cardíaca

Consulte por especialidade e/ou sub-especialidade
Marcação

Porquê uma Psicologia da Reabilitação Cardíaca?

Na maioria das vezes o diagnóstico de uma doença cardíaca constitui um acontecimento abrupto na vida da pessoa que a coloca temporariamente num estado de crise e de desorientação, o que pode influenciar a eficácia das estratégias a que recorre para lidar com a situação de doença.

O diagnóstico e a vivência da doença cardíaca associam-se a uma elevada prevalência de reacções emocionais negativas, como a depressão e a ansiedade, e a perturbações que comprometem a recuperação da doença, como as dificuldades no regresso ao trabalho e a diminuição da actividade social e sexual.

Os benefícios da intervenção psicológica na resolução destas dificuldades e na diminuição do risco cardíaco são confirmados pelos resultados da investigação científica actual. Por estas razões verifica-se que nos últimos anos, os programas de reabilitação cardíaca médica têm incluído diversas componentes psicológicas.

A pensar na saúde do seu coração surge o Programa de Intervenção Psicológica na Reabilitação Cardíaca.

 

Acordos

Imprimir

Telefone Geral

252 090 600

16 fevereiro 2020

Cuidar da Mente na Doença Crónica

14 fevereiro 2020

Epidemia do novo Coronavírus 2019: devemos estar preocupa...

14 fevereiro 2020

Quando as cismas podem ser sinal de doença: perturbação o...