Voltar

Notícias e Eventos

Últimas entradas sobre a nossa atividade

10 abril 2021

Snacks saudáveis para levar para a escola

Depois de uma pausa de alguns meses a escola recomeçou e, com ela, as rotinas e o velho desafio para os pais: como fazer uma lancheira escolar saudável.

Como seria expectável, durante a quarentena provocada pela pandemia do coronavírus, muitas crianças ganharam peso. A prática de atividade física frequentemente realizada em espaços ao ar livre e na escola ficou condicionada e os hábitos sedentários aumentaram, em grande parte devido à própria adaptação do sistema educativo.

Perante o panorama atual, este é um momento crucial para privilegiar uma alimentação saudável. Além de promover a saúde e o bem-estar geral, garante os nutrientes necessários para as crianças poderem desempenhar as suas atividades com energia: assistir às aulas, estudar e praticar desporto.

Importa referir que ter uma alimentação saudável não precisa ser uma tarefa difícil. Muito pelo contrário, é possível comer alimentos saudáveis, saborosos e muito práticos. É natural que, por vezes, os pais fiquem sem ideias e as soluções se tornem algo repetitivas ou até acabem por optar por alimentos não tão saudáveis. Colocar um pacote de bolachas, um bolo e um refrigerante dentro da lancheira é muito fácil, contudo, o problema é a nível nutricional, pouco ou nenhum (e muito açúcar, conservantes e gorduras).

Assim, o lanche da escola merece a devida importância e deve ser composto de forma equilibrada: não pode faltar o top 3 dos grupos de alimentos: leite e derivados, que favorecem o crescimento e o desenvolvimento muscular; frutas, que fornecem vitaminas essenciais para o organismo; cereais e derivados integrais, responsáveis por garantir energia. Não é tão comum, mas uma ótima opção é incluir frutos gordos e oleaginosas naturais; vegetais em palitos; panquecas ou muffins de aveia feitos em casa (por que não?) são fáceis de fazer e uma forma “diferente” de levar. Eis uma sugestão de uma receita que rende 6 muffins:

  • 2 bananas
  • 2 ovos
  • 100g farinha de aveia
  • 1 c. chá fermento
  • ½ c. chá canela em pó

Misturar todos os ingredientes na liquidificadora. Colocar em miniformas e levar ao forno.

 

Para hidratar ao longo do dia não esquecer de incentivar o consumo de água. As bebidas açucaradas, como sumos e refrigerantes, devem ser evitadas.

Para combinar os alimentos seguem alguns exemplos:

  • 1 pão de mistura com 1 fatia de queijo + palitos de cenouras +200ml de leite simples;
  • 1 muffin de aveia + 1 taça de frutos vermelhos + 200ml de bebida vegetal sem açúcar;
  • 1 wrap integral com queijo fresco, tomate e rúcula + 4 nozes + 1 iogurte natural;
  • 1 taça de aveia adormecida (30g flocos de aveia + 1 iogurte + canela) + ½ banana;
  • 2 tortilhas de arroz com 1 queijinho vaca que ri + 1 ovo cozido + 1 maçã.

É importante reforçar que as crianças têm necessidades alimentares diferentes, sendo, por isso, fundamental ajustar as porções às diferentes faixas etárias.

Dr.ª Ana Filipa Sousa (2014N), Nutricionista no Trofa Saúde Guimarães, Braga Centro, Braga Sul, Boa Nova e Hospital Central

Voltar

30 maio 2021

Excesso de peso e obesidade infantis: agir para um futuro...

29 maio 2021

A utilidade da ecoendoscopia na saúde digestiva

27 maio 2021

Secura vaginal e o bem-estar da Mulher